E eu que já me prometi várias vezes parar de justificar as minhas ausências no blog,  cá estou para de certa forma justificar, porque acho que dessa vez é necessário. Já tem praticamente um mês que postei pela última vez e o porquê disso é nada mais, nada menos: minha vida virou de cabeça pra baixo. Mas de um jeito muito positivo.

Acontece que não moro mais em São Paulo, então esse mês foi o meu tempo de arrumar mudança, arrumar o apartamento para entregar, depois veio o carnaval, passei um tempo sem net e também um tempinho para resolver umas coisinhas em BH.

Bye bye Sampa - São Paulo - SP

Eu nunca parei para falar realmente de São Paulo aqui no blog, mas morei lá por pouco mais de dois anos e a experiência foi incrível. É fato que não me deslumbrei tanto com a cidade, como acontece com muitos. Nasci em Belo Horizonte, uma capital, caótica e cheia de prédios e transito, então salvo a proporção, acho bem parecidas as duas cidades, nesse quesito caos.

Mas São Paulo me encantou pela facilidade de encontrar as coisas, talvez isso se deu porque eu morava em um bairro mais central, o que sem dúvida facilita a vida. E isso fez com que minha experiência lá fosse mais que positiva, quer ir ao médico, shopping, xing ling? Tem tudo na Paulista e eu amava isso. Tenho pavor de centrão de cidade, nunca gostei de ir ao centro de BH e não era diferente em São Paulo, e para minha alegria em mais de 2 anos precisei ir ao centro apenas 1 vez e por engano, quer coisa melhor? Centrão lá era só a 25 de março pra mim haha.

Avenida Paulista - São Paulo

São Paulo também é incrível quando se trata de culinárias mudiais, lá tem de tudo em todo canto. O que eles não tem de culinária própria, tem de culinária do Brasil afora e do mundo.  Sentirei saudades disso,  principalmente dos restaurantes japonês, aliás quero fazer um post só falando das coisas que vou sentir saudades, aguardem.

Mercadão de São Paulo

Agora uma coisa que definitivamente me surpreendeu, foi o povo. Me desculpem paulistanos, mas quem não é de SP costuma pensar que o povo por aí é bem difícil, frio e pouco solícito. Mas o que vi foi outra coisa, fui muito bem recebida, talvez eu tenha tido sorte de conhecer pessoas legais ou talvez o povo criou um esteriótipo dos paulistanos bem deturpado, mas posso dizer que para mim foi ótimo. Aliás o paulistano está acostumado a receber gente de fora, em um grupo de 5 pessoas dificilmente pelo menos uma delas não será de outro lugar. É minha gente, existe sim amor em Essepê.

Parque Ibirapuera

E por fim me diverti muito descobrindo como esse Brasil é grande e multicultural. Foram boas risadas tentando descobrir o que certas expressões paulistas significavam e para eles descobrir o que significava minhas várias mineirices. Lá eu descobri que só de abrir a boca o povo sabe que sou mineira. É incrível perceber como existem diferenças e olha que somos vizinhos, imagino como seria se eu tivesse morado no norte ou nordeste, lugares bem mais distantes e provavelmente com ainda mais diferenças culturais.

Acredito que definitivamente todo mundo deveria experimentar a sensação de morar fora, mesmo que fora da sua cidade apenas, porque existe um mundo além do nosso mundinho e é uma delicia descobrir cada nuance de outras regiões.

Bye bye Sampa! Nosso tempo foi bom, espero te vistar sempre que der.

Últimos Comentários
  • Fiquei feliz de saber que vc foi bem recebida pelos paulistanos, confesso que não é 100% mas pelo menos uns 95% dos paulistanos são bem legais kkkk a gente por achar que não temos sotaques, identificamos logo quem é de fora! Qdo vi seu vídeo fiquei pensando da onde vc seria, pq de são paulo não era, mas logo tive certeza que devia ser de mina kkkkk Se a gente não se encontrar em Dublin, espero te encontrar por aqui, volte sempreee!!!

    Beijoos

    http://www.rendasefuxicos.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO