Em janeiro fiz o IELTS aqui em Belo Horizonte e consegui a nota que precisava logo na primeira tentativa. Claro que fiquei extremamente feliz né?! Porque o que eu menos queria era ter que repetir essa prova. Aí como peguei muitas dicas pela internet a fora que me ajudaram demais, acho legal compartilhar com vocês o que funcionou para mim. Portanto, nesse post vou falar um pouco da minha experiência de como estudar para o IELTS.

Para iniciar a conversa deixa eu explicar o que é o IELTS. IELTS, ou International English Language Testing System, é uma prova que tem por objetivo testar o nível de proficiência na língua inglesa. Essa prova pode ser feita em diversos países espalhados pelo mundo.

Mas para quê fazer essa prova? Bom, quem deseja imigrar ou estudar em uma universidade onde o idioma principal é o inglês vai precisar provar o nível de inglês com algum teste oficial e o IELTS é um dos mais famosos. Além disso, você também pode fazer a prova simplesmente para medir seu nível e ter um certificado.

A prova é disponibilizada em duas categorias: Geral e Acadêmico. A versão Geral é mais usada para fins de imigração, enquanto a Acadêmica, como o próprio nome já sugere, é voltada para quem deseja estudar fora. As duas provas se diferem um pouco e portanto o estudo deve ser feito com o foco no exame escolhido. Como eu fiz o IELTS Acadêmico vou falar sobre ele.

 

Minha história com o inglês

 

Antes de falar da preparação em si, acho interessante contar um pouco da minha história com o inglês. Já falei aqui no blog um pouco sobre isso e como esse idioma já foi motivo de frustração. Mas resumindo, estudei inglês no Brasil no colégio e também tive inglês no CEFET quando fiz técnico em turismo. Lá em 2007 decidi fazer um curso na Wizard e comecei do zero, porque nunca consegui ter confiança de que sabia alguma coisa só com o inglês da escola. Fiz um ano de Wizard e parei, não cheguei a passar nem para o intermediário. Depois fiz uns meses de aulas com um professor irlandês (particular). Com tudo isso ainda tinha um inglês bem fraco.

Em 2014 fui para a Irlanda fazer um intercâmbio e estudei inglês durante 6 meses. Foi lá que comecei a aprender alguma coisa sólida de verdade. Entrei no nível pre-intermediate e fui até o início do upper-intermediate. Então, quando terminei o curso estava entre intermediário e intermediário avançado e considero que esse é o meu nível mesmo.

 

Como me preparei para IELTS

 

Mesmo que a pessoa já tenha um inglês fluente é imprescindível se preparar para o IELTS, pois a prova tem uma estrutura muito própria e o tempo para executar o teste é super limitado. Funciona como um vestibular sabem? Mesmo sabendo a matéria, é necessário estudar e entender todas as pegadinhas, macetes e afins.

Agora tendo em mente que eu já tinha um certo nível de inglês vou contar como fiz para me preparar para a prova. Logo quando me inscrevi, em outubro de 2015, comecei a buscar as melhores técnicas para me preparar para o exame. E quando falo as melhores, estou me referindo as melhores para mim, ou as que funcionavam comigo.

Como estudar para o IELTS

O básico do básico é pegar os livros de simulado do IELTS, o Cambridge IELTS book, eu usei os volumes 1 a 9. Porque digo que é básico? Porque eles contêm simulados reais, ou seja, provas anteriores. E nada pode ser melhor do que treinar fazendo provas do próprio IELTS. Eu não comprei os livros, peguei todos na internet mesmo. Alguns simulados eu fiz lendo no computador mesmo e mais próximo da prova imprimi vários outros para ter a experiência de estudar com a folha, como é no dia da prova.

Agora vamos as demais fontes de estudo que usei. Como o IELTS é divido em quatro etapas: Speaking, Listening, Writing e Reading, vou falar como estudei para cada uma delas.

 

Como estudar para o IELTS: Speaking

 

Para me preparar para o speaking a primeira coisa que fiz foi buscar um professor nativo para treinar, para facilitar minha vida busquei um professor para fazer aulas online mesmo. Para isso usei o site iTalki e fiz aulas com dois professores, primeiro uma canadense e depois um filipino (para quem não sabe, a lingua oficial das Filipinas é o inglês). Fiz duas aulas por semana durante os três meses que antecederam a prova e o professor focou bastante na estrutura da prova. Então toda aula fazíamos simulações do teste, enquanto eu falava ele anotava meus erros e depois falava sobre eles comigo. Isso foi fundamental para eu conseguir fazer a prova.

No começo das aulas eu estava bem travada e não estava conseguindo responder no tempo certo e organizar minhas ideias. Então achei umas dicas bem legais nesse site: http://www.dcielts.com/ielts-speaking-guide/

Nele tem vários exemplos de respostas e ideias de como se organizar para responder o que foi pedido. Depois que treinei um pouco com cada sugestão, achei a que funcionava melhor para mim e daí pra frente foi bem mais tranquilo.

Para quem tiver interesse vou deixar o link dos dois professores, pois recomendo ambos:

Autumn (canadense): https://www.italki.com/teacher/1495111

Jong (Filipino): https://www.italki.com/teacher/855323

 

Como estudei para o IELTS: Listening

 

Para o listening comecei a assistir todas as séries e filmes em inglês e sem legenda, quando colocava legenda era em inglês também. E claro fiz milhões de simulados. Fiz quase todos os simulados dos livros 1 a 9, isso deve dar uns 40 simulados.

Acredito que para o listening a melhor forma de saber se você está preparado é de fato fazendo os simulados, pois assim dá para contar os acertos e saber qual nota conseguimos.

Dica: No dia da prova o audio é tocado para a turma toda, ou seja, nada de fones de ouvido. Faça os simulados testando diferentes volumes e distancias do aparelho. Também é bom ter em mente que em casa a gente fica mais tranquilo, então tente alcançar notas maiores do que você precisa, assim, caso bata um nervosismo no dia mesmo, você já tem uma margem de erro.

Também peguei algumas dicas nesses sites: http://www.ieltsbuddy.com/ielts-listening-tips.html

http://www.dcielts.com/ielts-listening/10-tips-for-listening/

https://www.youtube.com/watch?v=OualsHB1FqE

 

Como estudei para o IELTS: Reading

 

Eu já tinha criado o costume de ler livros em inglês, até mesmo porque eu estava morando fora e essa era minha única opção. Portanto, já estava um pouco familiarizada com isso. Para o teste, assim como o listening, fiz milhões de simulados. Testei fazer os simulados de maneiras diferentes: lendo o texto todo e depois respondendo as questões, lendo as questões antes, lendo o texto e respondendo ao mesmo tempo… até achar o que funcionava melhor.

No fim das contas vi que pra mim a melhor opção era ler a primeira questão depois começar ler o texto, achava a resposta, passava para a segunda e assim por diante. Acontece que as as respostas aparecem em ordem nos textos e assim eu conseguia fazer a prova sem ter que ler os textos por inteiro.

O reading é cruel! São três textos acadêmicos gigantes, normalmente chatos e cheios de termos técnicos e 40 questões para serem respondidas. Tudo isso em uma hora.

 

Como estudei para o IELTS: Writing

 

Por fim o writing, para treinar para o writing eu achei um site que salvou minha vida. Eu nunca tinha escrito textos em inglês, muito menos textos acadêmicos, por isso estava super perdida. Acontece que no IELTS acadêmico precisamos escrever dois textos acadêmicos: o primeiro de 150 palavras descrevendo um gráfico, tabela ou diagrama e o segundo de 250 palavras discorrendo sobre o tema proposto.

Então descobri o IELTS Podcast, feito pelo Ben Worthington, depois de ler o blog inteiro e ouvir quase todos os podcasts decidi comprar o curso dele. Melhor coisa que fiz sem dúvida. Valeu cada centavo. No curso ele disponibiliza vários vídeos com dicas preciosas. Na verdade ele criou um guia de sentenças, literalmente. Sentenças que podemos usar nas provas e no fim viram o texto. Basta adaptar as sentenças ao tema da prova. Nesse curso está incluso correção de 5 essays. A gente envia o essay com o tema proposto (todos os essays são retirados de provas anteriores – simulados) e ele retorna com um vídeo onde ele vai lendo o texto e comentando cada parte, parabenizando ou corrigindo quando necessário. Basicamente foi isso que me preparou para a parte escrita da prova.

Como estudar para o IELTS

Fontes extras de estudo para o IELTS

 

Além de estudar para a prova em si eu também utilizava outros sites e vídeos para ajudar na gramática, pronúncia e treinar o ouvido .

 

BBC Learning English

Um site que acho muito legal é o BBC Learning English, além de ter um conteúdo muito completo, com atividades dinâmicas, os audios são feitos por ingleses, o que é muito bom pra treinar o ouvido.

 

Engvid

O Engvid é um site com vídeos de vários professores. Os vídeos tem conteúdo bem variado que vai de gramática a pronuncia e até dicas para o próprio IELTS.

 

Técnica para aprender inglês com filme

Em umas das minhas viagens pelo submundo Youtube acabei achando esse vídeo onde um professor ensina um método bem legal para estudar inglês com filme. Você pode pensar: Mas não é só assistir o filme, tentar entender e pronto? Bem pode até ser, mas não é tão efetivo. A técnica resumidamente consiste em assistir pequenos trechos do filme escolhido e pegar todos os detalhes das falas, repetir o que está sendo dito, anotar as palavras desconhecidas… enfim assistir exaustivamente os mesmos trechos até absorver tudo. Vale a pena ver o vídeo e tentar seguir a técnica eu fiz isso e aprendi bastante coisa.

 

English in Brazil

Um canal brasileiro que gosto bastante é o da Carina Fragozo. Ela dá muitas dicas de pronúncia, gramática e é bem didática. O legal é que tem alguns vídeos que ela corrige umas expressões que nós brasileiros temos tendência em montar.

O post ficou gigante, mas eu realmente queria compartilhar o máximo de informações possível. Se vocês tiverem dúvidas ou quiserem que eu fale mais sobre a estrutura da prova ou como é o dia da prova em si deixem aí nos comentários que eu faço outro post ou um vídeo. E quem tiver outras dicas também deixa aí nos comentários pois vai ser muito útil com quem está em busca de conteúdo para estudar.

Último comentário
  • CYnthia, excelentes indicações. ObriGada por comparTilhar essas informações conOsco.

DEIXE UM COMENTÁRIO