Eu decidi mudar meu guarda roupa!

É engraçado como a vida da gente muda sem nem nos darmos conta. Quando saí do Brasil para vir para Irlanda eu tinha mil planos de colocar meu “blog de moda” para frente e montar um guarda roupa novo, cheio de coisas legais e estilosas. Digamos que nessa época eu estava enebriada pela possibilidade do consumo com baixo custo. Sabemos que no Brasil as coisas tendem a ser bem caras, cada peça de uma loja está encrustada de taxas e impostos, enquanto por aqui as coisas tem um preço mais justo.

Mas aconteceu que essas coisas que eu queria, que até então eu tinha certeza que queria, foram ficando de lado. Não porque eu não corri atrás, mas porque eu fui vendo que essas não eram coisas que de fato eu desejava. Todo mundo fala que um intercâmbio muda você, viajar para longe te faz repensar a vida. E bem, é verdade. Eu fui descobrindo que não queria ter um guarda roupas lotado,  e também não queria um blog de moda como muitos outros por aí. Eu amo moda, não me entenda mal.

Eu amo me vestir bem, me sentir bonita. Porém, eu não gosto da moda como ela tem sido colocada no mundo hoje em dia, como uma necessidade de consumo continuo. Vejo pessoas sendo influenciadas a comprar coisas que nem querem, pessoas na internet exibindo uma vida fashion completamente irreal. Eu não desejo fazer parte desse mundo, porque isso não combina comigo.

No último ano eu comprei pouquíssimas coisas, depois da minha passagem por NY e da minha loucura de compras por lá, eu desacelerei. Comprei só o que eu realmente precisava e sabia que ia usar. Ainda assim eu notei que meu guarda roupas estava cheio de coisas que eu não usava, ou porque já não combinava comigo, ou porque já estava bem gasto. E aí uma vontade que eu já vinha sentindo há um tempo foi crescendo: a de montar um guarda roupa enxuto e realmente funcional, somente com coisas que eu realmente amo usar.

Além disso, também surgiu o desejo de moldar melhor meu estilo. Talvez moldar não seja a melhor palavra, mas sim “descobrir”. Sabe, nós somos expostos a milhões de roupas legais, e aí a gente quer ter várias delas porque as achamos bonitas. Mas existe uma diferença entre achar algo bonito e querer usar aquilo. Aí que entra a vontade de descobrir meu estilo, eu acho muita coisa bonita, porém muitas delas não me deixam confortável ou não me cai bem. Quando eu decido definir meu estilo, eu decido consumir com mais consciência.

Pensando em tudo isso eu decidi fazer uma mudança na minha forma de consumo e no meu guarda roupa. Consequentemente, o blog vai seguir mais por esse caminho. Vou compartilhar com vocês minhas descobertas a respeito de guarda roupa enxuto e as mudanças que acontecerem no meu.

Aliás, foi por isso que dei uma parada com o blog, eu estava em dúvida a respeito do que fazer com ele, que rumo ele ia levar. Como disse lá em cima, não quero ter um “blog de moda” convencional, desses que tanto induz ao consumo inconsciente. Quero fazer desse espaço um lugar para falar de consumo consciente, falar da moda possível e do uso da moda ao nosso favor, ao invés da moda como algo que nos escraviza.

Então vem comigo nessa nova fase! Em breve volto para começar a compartilhar minhas mudanças.

Compartilhe esse post
Últimos Comentários
  • Concordo exatamente com tudo o que você disse, e falo por mim quando digo que já me senti influenciada por blogs de moda a querer mais e mais, só que eu só compro o que eu vou usar com certeza. Mas eu queria muito ter um guarda-roupas super funcional, queria aprender a montar vários looks com uma mesma peça sabe? Gostei muito da sua ideia e co certeza vou te acompanhar nessa nova fase, talvez você me ajude também.
    Beijos!

    http://www.vanviroumodinha.blogspot.com.br

  • Agora sim posso dizer que vou seguir um blog de moda, ci! Kkk sempre me interessei, mas nunca fui de me arrumar nem de gastar horrores pra estar sempre na moda. Descobri meu estilo recentemente e to tentando dar esse enxugada no meu guarda roupa e ter apenas aquilo que combina comigo.
    To de olho aqui, espero que você me ajude nessa decisão que também é minha haha

    Bjs

  • Poxa, adorei ler seu texto porque me sinto exatamente assim com relação a moda e os blogs de moda. Tanto me incomodava que estou cada dia mais ligada à beleza, cosméticos e maquiagem em geral. É mais barato comprar e é possível dar dicas caseiras.
    Enquanto na moda, fica mais difícil, pelo menos pra mim, reinventar meu estilo. Como eu fui metaleira até mais ou menos 23 anos, eu me vi diante de um grande problema quando decidi me vestir como uma “pessoa normal”. Hahaha! E até hoje não tenho um guarda-roupas com peças decentes. Tenho uma certa mania de querer economizar demais e acabo comprando roupa de baixa qualidade. Depois essas peças baratas simplesmente não duram.
    Então realizei uma mudança parecida. Passei a comprar apenas as poucas e boas. Aquelas que sei que vou usar sempre e que vão durar muito.
    Vou adorar acompanhar essa sua nova fase. Boa sorte e sucesso!
    Beijos!

  • Hoje fui ao Shopping, não gostei de nenhuma peça de vestuário. Passei por uma livraria enorme, e decidi que vou investir mais em LIVROS… Valores mudam… Enxugado meu guarda roupa também…

  • Concordo plenamente! Muita gente que começa nesse meio blogosférico hoje em dia já começa com visão distorcida das coisa perde a noção e acha que só serão aceitos se tiverem um closet lotado de roupas de marca, uma penteadeira com as melhores maquiagens e daí por diante entram em um consumismo desenfreado, fora isso que algumas meninas que não tem como financiar essa falsa “felicidade” acabam vivendo de fantasia (o que é lamentável). Muito bom esse seu posto de vista, muito bom ainda encontrar blogs conscientes nessa blogosfera, consciente de que a Vida é feita de muito mais do que aparência e materialismo, conheci teu blog hoje e continuarei acompanhando *-*

  • Adorei o post e me identifiquei muito! Também estou numa fase de desapegos e de pensar melhor quanto a moda. vou adorar acompanhar essa nova jornada por aqui. <3

DEIXE UM COMENTÁRIO