Um Paraíso chamado Arraial d’Ajuda

Sulamita fez uma viagem incrível para Arraial d’Ajuda e vai contar tudo para gente!

Dizem por aí que santo de casa não faz milagre. Eu digo que depende da sua capacidade de ver ou acreditar em um. Sou brasileira e estou aqui para compartilhar uma viagem para dentro do Brasil mesmo. Bom, vai até soar suspeito, mas é impossível não achar a viagem de lua de mel sensacional, seja para onde quer que tenha sido. E cá pra nós, sim, o destino de uma viagem é importante, mas a companhia… esta é mais de 50% responsável pelo sucesso da viagem.

Enfim, vamos ao que interessa. Vou contar para vocês como foi minha maravilhosa semana em Arraial d’Ajuda/BA. Confesso que casar com um baiano me influenciou a ir para terras nordestinas. Me casei em março do ano passado e por vários motivos decidimos ir para a Bahia. Deixe-me apresentar o meu marido: Lucas (risos).

Arraial d'Ajuda a noite

A nossa palavra de ordem era economizar. Não podíamos gastar rios de dinheiro mas também queríamos uma bela lua de mel. Logo, começamos pesquisar formas de viajar gastando menos. A primeira dica para tanto é: Fuja dos pacotes prontos de agências de turismo. Sim, sei que é mais cômodo, menos preocupante e talvez mais confortável. Mas digo que é completamente possível fazer uma viagem sem preocupações, cômoda e confortável sem uma agência de viagem. Nós decidimos ir para internet e fazer as nossas próprias buscas, separadamente, por passagens aéreas, hotel e tudo mais. Como gostamos de internet, isso não foi nem um pouco penoso para nós. Outra dica: viajar fora de temporadas é muito mais barato.

Praia do Espelho

Nos casamos uma semana depois do carnaval e viajamos 4 dias depois do casamento. Na época, encontramos passagem aérea para Porto Seguro a R$ 199, pela Gol. Ou seja, as 4 passagens aéreas ficaram um pouco mais de R$ 800. A busca mais detalhada foi pelo hotel. É uma fase difícil, afinal, a gente não conhecia nada na região e muitas vezes o que se vê na internet não passa de propaganda enganosa. Encontramos uma oferta incrível no Hotel Urbano. Sei que muita gente tem receio e nós também tínhamos, mas resolvemos experimentar. Nos hospedamos na Pousada Manhã Dourada, no centro de Arraial d”Ajuda. O valor? Foram 7 diárias, com café da manhã, para 2 pessoas por nada mais do que R$ 570. Sim, apenas isto. É claro que assustamos também, mas pegamos o endereço da pousada, olhamos pelo Google Maps, ligamos para o telefone de lá para verificar a autenticidade da oferta e tudo estava de acordo. Então, fomos para o Trip Advisor e para o Booking, ver a opinião das pessoas a respeito da Manhã Dourada e vimos que ela estava muito bem avaliada. Então, batemos o martelo e compramos a oferta pelo Hotel Urbano.

Nosso voo saiu de Belo Horizonte mais de 23 horas e, conforme combinado previamente com a pousada, chegamos mais de 1 hora da manhã e estavam aguardando a gente, o quarto estava rigorosamente arrumado e limpo (muito limpo). Isso nos deixou muito felizes e tranquilos em relação a tudo. Dormimos aliviados.

Apesar de baiano, o meu esposo nunca tinha turistado em Arraial d’Ajuda, conhecia com mais detalhes até Porto Seguro, que faz parte da mesma região, então era tudo novidade para nós dois. Como chegamos de madrugada, não deu para ver nada, estávamos ansiosos. Eu tinha andado de balsa pela primeira vez (oO) para atravessar o rio Buranhém entre Porto Seguro e Arraial d’Ajuda, em torno de 7 minutos, é bem perto.

Dica: Pousada Manhã Dourada – Não é uma pousada de luxo, mas é bem confortável, charmosa e limpa. Funcionários muito educados e prestativos. Café da manhã bom, farto (só faltou a tapioca no cardápio rs). O mais legal é que está localizada bem no centro do povoado (Arraial d’Ajuda é considerado um povoado, uma aldeia), ao lado das ruas Brodway e Mucugê, as mais famosas de lá. Perto de todo o comércio.

Agora vou falar do destino. Arraial d’Ajuda é um povoado extremamente lindo, impossível não se apaixonar. A cidade (vou chamar de cidade também) é pequena, mas muito charmosa. Os nativos são muito simpáticos e receptivos com os turistas, afinal, a cidade vive de turismo, acho que por isso se preocupam tanto com o bem estar dos visitantes. As praias mais próximas são a Praia Mucugê e Praia de Pitinga. A Mucugê é mais movimentada, linda, onde fomos primeiro. As águas são claras e transparentes quando vistas de perto, e de longe, hora azul, hora verde, muito lindo. É possível ver com clareza os corais. As águas são verdadeiramente mornas, bem diferente das praias do sudeste. Nesta praia é possível alugar um caiaque com um visor no fundo, para apreciar a vista do fundo do mar. Fizemos este passeio e amamos! A profundidade do circuito é pequena, exatamente para que seja possível apreciar os detalhes do fundo do mar.

MucugêMucugê
Praia Mucugê

A praia de Pitinga, igualmente linda, conta com um belíssimo rio de águas transparentes que encontra-se calmamente com o mar (isso é muito comum nas praias de lá) e ainda tem as falésias, que são paredões, áreas altas de planalto que se encontram com o mar deixando a paisagem exuberante. Nós queríamos conhecer mais da região, como não fomos através de pacote de viagem, não tinha os famosos passeios de van. E quer saber? Foi o melhor que fizemos, pois assim tivemos liberdade para ir para onde quiséssemos, a hora que quiséssemos e permanecer no local quanto tempo quiséssemos. E foi isso que tornou a nossa viagem sensacional. Alugamos uma moto na cidade para podermos ir e vir sem preocupações. E o aluguel tanto de carro quanto de moto tem um preço muito bom, sem falar que também não tem aquela burocracia para alugar. Super recomendo.

Praia de Pitinga

Praia de PitingaPraia de Pitinga

Motorizados, fomos na famosa Praia do Espelho. Queríamos saber por que ela é considerada uma das 10 praias mais belas do Brasil. Saímos cedo e partimos para lá. Fica a uns 50 km de distância. No caminho, fomos parando nos lugares como Trancoso e Caraíva. Praias e lugares super lindos! Foi incrível, só eu e meu esposo, parando com liberdade onde nos dava na cabeça. Ao chegar na Praia do Espelho entendemos o sentido deste nome. Sério, é praia mais bonita que já visitei (tudo bem que não visitei tantas praias assim). Mas é um lugar paradisíaco, com aquele famoso rio se encontrando com o mar. Águas calmas e mornas, transparentes, surreal. A praia não fica muito cheia, acho que por ser mais distante. Além de ser extremamente limpa (o que acho uma das coisas mais importantes numa praia). Nela é possível fazer um passeio diferente. Tem uma lancha que leva os turistas para umas piscinas naturais que ficam um pouco mais distantes da praia. Na época, este passeio custava R$ 50. Este passeio nós não fizemos. Ficamos o dia todo lá. No fim da tarde voltamos para Arraial.

Praia do Espelho

Praia do EspelhoPraia do Espelho

Praia do Espelho

Passamos em outros lugares que não tínhamos passado na ida, como o Quadrado, que também fica na região de Trancoso. A estrada no fim de tarde estava linda, foi muito agradável.

Trancoso

TrancosoO quadrado de Trancoso

O Quadrado

Nos outros dias visitamos Porto Seguro, Coroa Vermelha e Santa Cruz Cabrália. Em Coroa Vermelha encontra-se a reserva indígena Pataxó, onde tem uma feira de artesanatos feitos peles índios. Muito lindo! Muitos objetos com preço bom para levar de presente ou para comprar para si mesmo. Não resistimos e compramos algumas coisinhas lá. Em Coroa Vermelha ocorreu oficialmente o descobrimento do Brasil, a primeira missa e tudo mais. É um lugar cheio de significados. Conhecemos toda a região. Comemos muita tapioca e outros pratos típicos.

Coroa VermelhaCoroa Vermelha

Santa Cruz de CabráliaSanta Cruz de Cabrália

Foi uma viagem incrível por várias razões. Por ser nossa lua de mel, um momento de descanso após um período frenético de preparação do casamento que todo mundo sabe como é e pela economia que fizemos associada a flexibilidade que tivemos. O que foi na nossa mala foram expectativas e ansiedades, mas o mais importante foi o que trouxemos. Experiências incríveis, a certeza de que viajar é preciso e necessário, a convicção de que, viajar gastando pouco é possível, paisagens surreais de um lugar extremamente lindo que ficaram gravadas nos nossos olhos e claro, pilhas carregadas para o começo da nossa vida de casados. E uma certeza: uma das melhores partes do nosso casamento foi esta viagem. Agradeço ao VNM por me dar a oportunidade de contar em detalhes esta história e a você que achou interessante e leu até aqui (risos). Até a próxima!

perfil-sula
Sulamita Santiago, belo-horizontina, 31 anos. Publicitária apaixonada por música, viagens, fotografia. Atualmente é freelancer na área de comunicação e design.

 

Sem comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO